𝐆𝐎𝐎𝐆𝐋𝐄 𝐌𝐄𝐄𝐓 𝐂𝐎𝐌 𝐋𝐈𝐌𝐈𝐓𝐄 𝐃𝐄 𝐓𝐄𝐌𝐏𝐎

Limite de tempo para chamadas em grupo gratuitas passa a valer no Google Meet

O Google alterou o limite de tempo das reuniões em grupo gratuitas no Google Meet para até 60 minutos de duração, em chamadas com três ou mais participantes. A mudança, antecipada em março pela empresa, foi feita de forma silenciosa nos últimos dias e pode ser vista somente na página de suporte do serviço.


A página também confirma que, quando uma reunião virtual chegar a 55 minutos de duração, um aviso aparecerá na tela de todos os membros indicando que o tempo está acabando. Sendo assim, somente o organizador da chamada poderá fazer o upgrade da Conta Google para o formato pago, para que a chamada siga on-line.

Em seu perfil no Twitter, em março deste ano, o Google anunciou que o período de gratuidade da ferramenta iria apenas até o mês de junho para quem tem uma conta gratuita no Gmail, que hoje faz parte do ambiente Google Workspace. As chamadas individuais seguem com o período máximo permitido de até 24 horas.

Assinantes do plano "Google Workspace Individual" poderão fazer chamadas em grupos com três ou mais pessoas com duração de até 24 horas. A modalidade de assinatura está disponível nos Estados Unidos por US$ 7,99 ao mês (cerca de R$ 40 de acordo com a cotação atual do dólar), e deve chegar ao Brasil em breve.


De forma geral, o Google Workspace é gratuito e, além do Google Meet, traz todos os aplicativos on-line de produtividade da empresa como Google Chat, Agenda, Drive, Docs, Keep e outras ferramentas para trabalho e educação. Direcionado ao meio empresarial, o serviço sempre teve planos de assinatura para quem precisa de mais espaço ou um número muito grande de contas.

O Google Meet tornou-se gratuito em abril de 2020 para facilitar a comunicação de grupos de pessoas durante a pandemia da Covid-19, quando trabalhadores e estudantes precisaram trocar os encontros presenciais por salas virtuais para manter o isolamento social.


Em um ano de gratuidade, de acordo com o Google, o serviço teve um aumento de consumo no Brasil de 20 vezes, com um crescimento de 275% somente em 2021. Segundo os dados, o principal uso dos brasileiros está relacionado a reuniões de trabalho ou estudo.



FONTE: Com informações de Google Meet e Twitter.